15 de dezembro de 2011

Como você



Oh ! Não sou eu quem te chamas...
Não sou eu quem te deseja,
Não me olhe assim,
Dessa maneira descabida
Mas eu sou como você
Sei que não apareço no teu quarto
E nem te ligo de madrugada
Mas sou eu quem te persegue...
O perigo me seduz,
Assim como o fogo queima o teu corpo
Seres com desejos ocultos,
Completamente diferentes...
Nada de angelical,
Apenas um pouco diabólico
Parece razoável não?




Direitos autorais reservados à : Hellen Santos

4 comentários:

  1. Olá, parabéns pelo seu blog.
    Te convido a conhecer o meu,
    http://carmasepalavras.blogspot.com/

    ;)

    ResponderExcluir
  2. Olá! Passando para fazer uma visita, e com certeza não será a última. Odorei o teu texto e o blog também. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, fico muito feliz por ter gostado do texto e do blog.
    Beijos

    ResponderExcluir